Postagens populares

Entrevista com Camila Pelegrini: Autora de ''Sombras do Medo''

17/02/2015
Oi! Hoje venho trazer uma entrevista que fiz com a escritora ''Camila Pelegrini'' (21 anos) , autora da distopia ''Sombras do Medo''. Ela é de Mogi Guaçu, é professora de inglês e estudante de direito. Além claro, de amar livros. Ela é parceira aqui do blog e ''Sombras do Medo'' é o  seu primeiro livro publicado.  Veja a resenha do livro aqui e alguns quotes dele aqui .
 

















1-De onde veio o primeiro''flash'' de inspiração para escrever ''Sombras do Medo''? 

Sempre pensei em escrever um livro. E toda vez que pensava nisso, sabia que alguns elementos deveriam estar presentes, como o mistério, o romance e a preocupação social. Então, em uma noite qualquer a estória apareceu na minha cabeça. Imediatamente comecei a colocá-la no papel. Claro que muitas coisas surgiram com o tempo, mas os eventos principais eu já conhecia antes mesmo de começar a escrever.

 2-Qual é o seu personagem favorito da sua distopia? Existe um especificamente? 

Gosto da maioria dos meus personagens, ainda que não me identifique com algum deles. Ainda assim, a Anabele e o Jhou são meus favoritos.

3-Quando você começou a querer criar histórias?

Sempre tive vontade de escrever um livro, mas até ter a ideia do Sombras, esse era um desejo abstrato, sem muita ambição de se tornar realidade. Mas quando criei a estória... ah, acabei me encontrando (Rs).

4-Tem algum livro que você acha que ''todo mundo'' deveria ler?

Muitos (Rs). Mas com toda certeza O Pequeno Príncipe, Pollyanna e Capitães de Areia.

5. Qual é seu gênero literário preferido?

Sempre fui apaixonada por fantasia e por livros de investigação, daqueles bem misteriosos e inteligentes. Desde que descobri as distopias, sou completamente apaixonada por elas também.

6.Tem algum escritor que você admira muito e que contribuiu para que você se apaixonasse pela literatura?

Meus autores favoritos são Machado de Assis, Jorge Amado, Stieg Larsson e J.K. Rowling, mas com certeza todos os que já li até hoje contribuíram de alguma forma.

7. Você tem planos para novos livros?

Tenho sim. Pretendo não parar mais, e nesse momento estou escrevendo outros dois. Uma fantasia medieval e um drama.

8. Você tem algum sonho que vem desde a sua infância?

Sempre fui sonhadora, mas hoje o maior sonho que tenho (que é seguir a carreira de escritora) não vem desde a infância, é, na verdade, bem recente. Acho que o que nunca mudou foi o sonho de contribuir de alguma forma para mudanças positivas no mundo, ou pelo menos, no ambiente em que vivo.

9. Quando era pequena, que profissão dizia que queria seguir?

Queria ser veterinária.

10. Você foi apoiada pelos amigos e familiares quando decidiu escrever ''Sombras do Medo''?

Muito. Costumo dizer que o Sombras é tão meu quanto de certos amigos e familiares. Eles são incríveis e apoiam em tudo o que faço.

11. Como você publicou o seu primeiro livro? Houve muita dificuldade ou nem tanta?

Não foi tão difícil quanto imaginei, mas os desafios vêm de diversos lugares. Escrever um livro é trabalhoso, buscar a chance de publicação também – publiquei pela Garcia Edizioni, uma editora voltada para novos autores – mas mais ainda é o que vem depois: a divulgação e o trabalho de vender o livro.

12- Em que lugar você mais gosta de escrever? 

Meu lugar favorito para escrever é no sofá da minha casa, de madrugada e com meus cachorros ao lado.

13- Papel ou computador? Qual você mais gosta de usar para escrever?

Gosto mais de escrever no papel, mas reconheço a praticidade do computador, então acabo optando por ele na maior parte das vezes.

14- Você tem um lugar preferido para ler?

Leio em qualquer ambiente, a qualquer hora. Em pé, deitada, com barulho ou sem. Mas prefiro fazê-lo em um lugar fresco.

15- Você é professora de inglês. O que te levou a escolher a profissão?

Faço inglês desde sempre e quando acabei o curso fui convidada pela minha antiga escola a dar aula. Em um primeiro momento aceitei porque não queria me afastar do idioma, mas o tempo foi passando e acabei gostando.

16-Você estuda direito. Quando decidiu que queria fazer isso e por que?

Decidi fazer direito no início do ensino médio. Sou apaixonada pelo curso e por algumas carreiras da área, especialmente pelo papel atuante que pode ser na busca pela justiça. Sempre me identifiquei bastante, até começar a escrever (Rs).

17. Que conselho ou mensagem você deixa para quem quer ser escritor?

Leia muito!!!  Rs. É um conselho genérico, mas que ajuda demais. Ler é a base de uma boa escrita, de uma formulação concisa das ideias. Além disso, escreva, leia e releia a sua obra, pois sempre há algo que pode ser melhorado. Pedir para que outras pessoas leiam o seu livro também é bacana, porque a sua opinião acaba ficando viciada e quem está de fora pode ser mais imparcial e crítico. E na hora de publicar, procure editoras que tenham publicações no segmento que você escreve e que apoiem o novo autor. E ah, não desista.  É o tipo de sonho complicado (infelizmente!) no nosso país, mas que pode ser alcançado com bastante esforço e dedicação.



Adorei as respostas e anotei direitinho as dicas. Rs.
Obrigada, Camila!
Abraços leitores, e fiquem com Deus!

^_^

/>

2 comentários

Sintam-se a vontade. ♥
Siga o blog também no:

Facebook
Twitter
We Heart It
Instagram

 
Desenvolvido por Michelly Melo.